Educação sexual para adultos

Patrícia Saar Paz*

VENUSDAVI

Existem regras quando o assunto é sexo? Nós, adultos, precisamos receber orientações relacionadas à sexualidade? Pessoalmente, acredito que a resposta seja afirmativa. Não nos moldes de manuais e guias que circulam nas revistas, mas como norteadores que nos permitam refletir sobre nossas práticas, crenças e afetos.

Tenho observado com preocupação alguns fenômenos associados à sexualidade dos adultos: um grande número de pessoas que falam sobre suas práticas sexuais com aparente liberdade e soltura, mas que não as vivenciam de forma equivalente; que ainda lidam com o sexo – em suas vidas e nas vidas alheias – como sendo algo errado, sujo ou condenável; pessoas incapazes de identificar limites e agir com respeito para com elas mesmas e com o outro.

Antes de seguirmos com esta reflexão, uma explicação se faz necessária. Sexo e sexualidade são conceitos distintos. Sexo diz respeito à estrutura biológica de cada pessoa (falamos sobre isso aqui) e ao ato sexual propriamente dito. Já a sexualidade é um aspecto constitutivo da personalidade humana que impulsiona a busca por amor, intimidade e satisfação (relacionada ou não ao ato sexual). Ela permeia toda nossa vida desde o nascimento.

Quando questões relacionadas às práticas sexuais são trabalhadas no processo terapêutico, costumo usar três regras ou norteadores que apresentarei a seguir:

1 – Sexo deve ser feito por pessoas com preparo para lidar com suas implicações

A partir desta afirmação, variados temas podem ser pensados: idade de início da vida sexual; concordância na experimentação de diferentes práticas; e até mesmo planejamento familiar.

Para tomar decisões conscientes sobre a vida sexual é necessário entrar em contato com o desejo, mas também avaliar a disposição/possibilidade de lidar com as consequências que poderão ser geradas. É fundamental mapear valores e crenças pessoais a fim de estipular os próprios limites (e não aqueles impostos pelo outro) e agir de maneira respeitosa para consigo. Satisfação tem a ver com respeito.

2 – Sexo tem que ser consensual

Afirmar que sexo precisa de consentimento pode parecer óbvio. Mas não é.

Vivemos em uma sociedade na qual frases como mulheres dizem não querendo dizer sim são repetidas incansavelmente sem nenhuma reflexão sobre seu conteúdo e implicações. NÃO quer dizer exatamente NÃO. E se por algum motivo a pessoa que disse o não mudar de ideia, os envolvidos podem resolver se recomeçam ou se deixam para lá. Agir de maneira diferente desta e ir adiante, porque eu sei que ela quer, vai acabar mudando de ideia, não é apenas errado, é criminoso.

Homens e mulheres precisam entender que não há obrigação de fazer sexo com ninguém, em nenhum momento e por qualquer justificativa.

3 – Sexo tem que ser seguro

Coloco esse item separado do primeiro em função da importância que lhe confiro. Não usar preservativo nos atos sexuais pode ter implicações muito graves para a vida de uma pessoa.

Pensando em relações heterossexuais, uma gravidez não planejada pode mudar muitas coisas no curso de vida dos envolvidos. Mesmo que a criança possa ser recebida com alegria, é necessário considerar que esta não é a forma mais apropriada de tornar-se pai e/ou mãe. A parentalidade deve ser pensada com mais seriedade e planejamento familiar é assunto de extrema importância.

O risco de contrair ou transmitir alguma doença existe em todas as práticas sexuais – sexo oral e penetração vaginal ou anal – e para qualquer casal. Nem todas as doenças transmitidas por vias sexuais têm cura, como é o caso do HIV (já discutimos o assunto aqui e aqui). Ainda que o tratamento seja extremamente eficiente, as implicações psicológicas e sociais de viver com HIV podem ser muito difíceis de lidar (como refletimos neste texto).

Imagem: David Vênus, de Victor Antônio (Vector).

Deixe um comentário

Arquivado em Sexo e Sexualidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s