Você precisa descansar

Patrícia Saar Paz*

voce-precisa-descansar

A maioria das pessoas não consegue descansar por não saber como fazê-lo. É assustador e é algo que observo diariamente no consultório. As queixas de cansaço são constantes e os “métodos” de descanso relatados são bastante parecidos e predominantemente ineficazes.

Por isso, aproveitaremos o retorno das férias para conversar sobre o assunto e, quem sabe, estender a sensação de “baterias recarregadas” por mais tempo. Vamos?

 Descansar não significa ficar à toa.

Descanso implica na interrupção temporária do trabalho e das preocupações. Podemos descansar através de diferentes atividades e também ficando um tempo sem fazer nada, por que não? Só não devemos restringir nossa possibilidade de descanso a uma forma específica ou exclusiva.

Perceba que não só o trabalho é fonte de cansaço. Ficar à toa e manter as preocupações como foco da atenção impede um descanso verdadeiro.

Todo dia é dia de descanso.

Não é porque você trabalha de segunda à sexta que só poderá descansar no fim de semana. É importante incluir um momento de relaxamento à rotina diária para manter a saúde física e mental. Reserve um período do seu dia para isso e comprometa-se com a atividade. Dormir nem sempre é sinônimo de descansar e para ter uma noite de sono realmente reparadora algumas medidas podem ser adotadas, como veremos a seguir.

O que te descansa?

Algumas atividades são comumente associadas ao relaxamento e você pode experimentá-las e observar o efeito que terão para você: ingerir líquidos quentes (não alcoólicos e sem cafeína), tomar banho, praticar meditação, ouvir música e ler podem auxiliar no descanso físico e mental, além de servirem como preparação para uma noite de sono de qualidade.

Atividades nem sempre relacionadas com o descanso também podem ser altamente benéficas para uma reparação física e mental: brincar com o animal de estimação, praticar esportes e hobbies, dançar, estar em contato com a natureza. Aqui o que vale é o autoconhecimento e a exploração de diferentes possibilidades de prazer.

O que não descansa ninguém.

Chegar em casa e manter o ritmo do trabalho, obviamente, não é reparador. Mas, sem perceber, muitas pessoas reproduzem as atividades realizadas ao longo do dia nesse tempo livre que deveria ser de descanso. As respostas mais comuns que recebo para a pergunta “como você descansa?” envolvem o uso de uma tela: vejo tv, leio coisas na internet, assisto filmes ou séries, entro em redes sociais, jogo videogames, converso com meus amigos no whatsapp. Depois de passar o dia todo diante de um computador – ou mesmo da tela do celular –, seus olhos precisam de descanso e seu cérebro sente falta disso! Para quem trabalha com computadores o impacto será maior mas, de forma geral, passar muito tempo utilizando monitores é desaconselhado para qualquer pessoa.

Seja pelo uso de eletrônicos ou repetição de tarefas afins, manter o ritmo do trabalho até a hora de dormir não permitirá um sono saudável e o descanso necessário. Você  pode realizar atividades relaxantes nas horas que precedem o momento de ir para cama, assim seu corpo irá desacelerando gradualmente e criando condições para um sono de qualidade.

O uniforme de super-herói.

Você sente o cansaço, mas ainda se vê capaz de ajudar um amigo, arrumar a casa, comparecer àquele evento nem tão interessante assim.

É claro que todos têm obrigações e compromissos, muitos dos quais não podem simplesmente ser deixados para depois. Mas há um limite entre ser comprometido e negligente com o autocuidado.

Não vá além das suas forças, respeite as necessidades do seu corpo e da sua mente.

Procure ajuda.

O cansaço pode ser sintoma ou resultado de alguns quadros clínicos. Ao perceber que, mesmo com algumas mudanças de atitude, a sensação de reparação não vem, procure ajuda profissional.

É necessário compreender o que o cansaço constante comunica. Falta de satisfação profissional, rotina sem sentido, manutenção de relações disfuncionais podem ser extremamente exaustivas. Faça uma auto avaliação honesta e procure a psicoterapia.

Imagem: imagem retirada da internet, autor desconhecido.

*Patrícia Saar Paz CRP 04/34248 é psicóloga clínica na cidade de Belo Horizonte (MG). Atende crianças, adolescentes, adultos, casais e famílias. Contanto: multiversoterapeutico@gmail.com

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s